Secretários de Saúde do NE avaliam que a PF está sendo usada politicamente e temem virar alvos

Secretários estaduais de Saúde avaliam que a PF vem sendo utilizada politicamente contra opositores do governo Jair Bolsonaro e que a compra de 300 respiradores destinado ao combate à Covid-19 na Região esteja na mira da corporação.

Secretários estaduais de Saúde que integram o Consórcio Nordeste avaliam que a aquisição de 300 respiradores destinado ao combate à Covid-19 na Região deverá ser o próximo alvo de uma operação da Polícia Federal, a exemplo da deflagrada nesta quarta-feira (10), no Pará.

Para os secretários, a PF vem sendo utilizada politicamente contra opositores do governo Jair Bolsonaro e é preciso que o Conselho Nacional de Secretarias Estaduais de Saúde (Conass) se posicione de maneira firme quanto a isso.

Segundo reportagem da coluna Painel, da Folha de S. Paulo, a apreensão veio na esteira da operação da PF deflagrada nesta quarta-feira (11) que teve o secretário de Saúde do Pará, Alberto Beltrame, e o governador Helder Barbalho (MDB), entre os alvos.