Repórter da Record é interrompida ao vivo por pedido de socorro em hospital; veja

A repórter Luize Baini foi interrompida ao vivo por um pedido de socorro feito por uma mulher na entrada do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Durante o Rio Grande Record desta quinta-feira (13), a jornalista atualizava o número de casos do novo coronavírus (Covid-19) no Estado, quando começou a ouvir os gritos de desespero realizados pela acompanhante de um paciente.

“Simone [Santos, apresentadora do Rio Grande Record], eu peço desculpas, é que nós estamos em frente a um hospital entrando ao vivo neste momento. São situações que acontecem, pacientes que chegam a todo momento. Tem algum paciente aqui que está passando mal, então isso também tira um pouco da minha concentração”, disse Luize para os telespectadores, enquanto os gritos continuavam.

Em seguida, a câmera passou a mostrar o pedido de socorro da mulher, que retirava o paciente de um carro na entrada do hospital até a equipe médica prestar o primeiro atendimento e encaminhá-lo para tratamento dentro do centro médico.

“A gente não sabe se pode ajudar em algum momento. Peço desculpas pela interrupção, mas são coisas que acontecem. De fato, a gente não sabe como ajudar. Enfim, os funcionários do hospital já estão ajudando e recebendo esse paciente que, provavelmente, está com sintomas graves”, complementou a repórter.

No estúdio, a apresentadora Simone Santos aceitou o pedido de desculpas de Luize. “[O paciente está] passando mal, muito provavelmente. A gente não sabe o que ele está sentindo, mas a família pedindo socorro e imediatamente a gente já percebeu a equipe médica e de enfermagem encaminhando para emergência”, concluiu a âncora.

Confira o vídeo: