PT sinaliza candidatura de Oposição a Luciano, Cícero e Ricardo; proposta é de Governo voltado à maioria e não à elite

Anísio Maia diz que o pacto das últimas gestões na PMJP com setores empresariais prejudicou a maioria da população e diz que não reproduzirá isso

A fala do candidato do Partido dos Trabalhadores à Prefeitura de João Pessoa, Anísio Maia, oficialmente registrado nesta segunda-feira, em Live do partido, deixou claro diante da unidade de todas as Tendências e lideranças internas, que o PT vai bater forte no Governo Luciano Cartaxo, bem como fará críticas à volta do ex-prefeito Cícero Lucena e até à candidatura do PSB apoiada pelo ex-governador Ricardo Coutinho por estarem, segundo ele, em acordo e a serviço de antigos setores empresariais e da elite.

Anísio Maia expôs abertamente que não fará pacto com setores conservadores da sociedade, em especial à Direita em nível local que ele prevê ter alguns candidatos. Ele não mencionou nominalmente, mas deixou a entender ser o ex-prefeito Cícero Lucena.

Quanto ao prefeito, ele disse que o saldo da gestão atual vive do “jeito petista de governar”, pois até nas políticas habitacionais existentes, por exemplo, “pode ir atrás que tem o selo de Dilma/Lula”, por isso adiantou que seu programa de governo se voltará para a grande maioria da população da cidade.

Ele também não citou o nome do ex-governador RC, mas fez citação crítica à forma como partidos progressistas – se referia ao PSB, escolheu a candidata Amanda Rodrigues sem participação e base popular, diferentemente do processo do PT mobilizando todos os setores construindo unidade histórica.

Em síntese, o PT chega disposto ao debate forte com setores próximos e/ou aliados aos setores elitistas.