Primeira-dama de Lucena aparece como beneficiária de auxílio da pandemia

A primeira-dama do município de Lucena, Taciana Mendonça, apareceu como beneficiária do auxílio emergencial de R$ 600 pago pelo Governo Federal durante a pandemia do novo Coronavírus. Ela alegou que foi vítima de um golpe e que não se cadastrou no benefício.

“Não acessei a plataforma, não tenho conta na Caixa e quero a apuração dos fatos pela Polícia Federal. Não é de mim me envolver com esse tipo de coisa. Eu e meu esposo estamos sendo vítimas de uma política suja aqui em Lucena”, disse a primeira-dama em entrevista à rádio Arapuan.

Esse é o segundo caso de primeira-dama inscrita no auxílio. Além de Taciana, Adriana Karla de Melo Lima, primeira-dama de Alagoa Grande, teve duas parcelas do benefício pagas em sua conta. A alegação é de que Adriana acessou o programa do governo federal apenas para aprender como funcionava. O objetivo era ajudar outras pessoas a requisitar o auxílio emergencial.