Operação cumpre mandados de busca e apreensão para combater fraude em licitação e desvio de recursos públicos

O Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado do Ministério Público do Estado da Paraíba (Gaeco/MPPB) deflagrou, juntamente com a Delegacia de Combate ao Crime Organizado (Deccor) e com a Polícia Militar, a quarta etapa da Operação Papel Timbrado, nesta terça-feira (14). O objetivo é o cumprimento de seis mandados de busca e apreensão, em João Pessoa e em duas cidades do interior, direcionados a um empresário e a ex-agentes públicos da Prefeitura de Salgado de São Félix.

Foi apurado que empresários investigados, já denunciados pelo Gaeco/MPPB em outras fases da operação por participação em organização criminosa, em conluio com o ex-prefeito da cidade e diversos servidores de sua administração fraudaram um procedimento licitatório relacionado os serviços de limpeza urbana e contribuíram para o desvio e a apropriação dos recursos públicos dele provenientes.