Operação Calvário: radialista Fabiano Gomes é alvo de mandado de prisão

A oitava fase da operação tem o objetivo de investigar indícios de lavagem de dinheiro de recursos desviados de organizações sociais da área da saúde, por meio de jogos de apostas autorizados pela Loteria do Estado da Paraíba.

Está sendo deflagrada desde as primeiras horas desta terça-feira (10) a Oitava fase da Operação Calvário pela Polícia Federal na Paraíba e o Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado do Ministério Público na Paraíba – GAECO/PB, com apoio da Controladoria Geral da União – CGU. A operação tem o objetivo de investigar indícios de lavagem de dinheiro de recursos desviados de organizações sociais da área da saúde, por meio de jogos de apostas autorizados pela Loteria do Estado da Paraíba.

Nesta fase estão sendo cumprindo nove mandados de busca e apreensão, além de um mandado de prisão. O alvo do mandato de prisão é o radialista Fabiano Gomes, segundo informações da TV Cabo Branco.

A defesa do radialista, em contato com a imprensa, disse que ainda não teve acesso a peça de investigação, mas que mesmo assim, o mesmo estar à disposição da Justiça para eventuais esclarecimentos.

De acordo com o Ministério Público, o profissional de imprensa se valia de seus canais de comunicação para constranger investigados ou potenciais investigados da operação a lhe pagarem vantagem indevida, sob pena de revelar conteúdo sigiloso, ofendendo, por via reflexa, a honra objetiva de autoridades responsáveis pela apuração, referidas indevidamente como fontes do acesso privilegiado.