INSS vai fazer a prova de vida por meio de selfie no celular

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) vai começar a disponibilizar a prova de vida por biometria facial a partir do próximo dia 20 de agosto. Nesta primeira etapa do projeto-piloto, realizada em parceria com a Secretaria de Governo Digital do Ministério da Economia e a Dataprev, 500 mil beneficiários, de todo o Brasil, poderão realizar o procedimento pelo celular.

Suspensa desde março devido à pandemia do novo coronavírus, a prova de vida é obrigatória para todos os que recebem o benefício por conta corrente, poupança ou cartão magnético. Realizada anualmente e de maneira presencial, ela ajuda a evitar fraudes e pagamentos indevidos.

Na versão digital, o segurado enviará uma selfie para o órgão por meio do app Meu Gov, tirada na hora. O reconhecimento facial será feito em duas etapas. Uma delas é a prova de vivacidade, na qual o usuário é orientado a centralizar o rosto, virá-lo para a direita, fechar os olhos, sorrir e virar novamente o rosto, para então capturar a imagem.

INSS vai fazer a prova de vida por meio de selfie no celular ...

A outra etapa é a prova de identidade. Neste caso, a biometria pode ser validada pelo sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ou pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Na primeira hipótese, o segurado deverá informar o número do título de eleitor, enquanto na segunda, será preciso digitar a data de emissão da carteira de habilitação. Em seguida, o app indicará o resultado da prova de vida por biometria.

Beneficiários selecionados serão avisados

Como apenas 500 mil beneficiários serão atendidos no projeto-piloto da prova de vida digital, quem for selecionado receberá o convite por e-mail ou ligação telefônica.

A comunicação também poderá chegar por SMS, enviado pelo número 280-41, e em caso de dúvidas, o segurado deve ligar para o telefone 135.

Segundo o INSS, a expectativa é oferecer a prova de vida por biometria para todos, em breve.