Filhos de Bolsonaro tentam manter Weintraub no governo

Operações da Polícia Federal nesta terça-feira (16) contra aliados de Jair Bolsonaro fizeram com que seus filhos, Flávio, Eduardo e Carlos, aumentassem a pressão para que o ministro da Educação, Abraham Weintraub, permaneça no governo.

Weintraub, juntamente com o ministro da Relações Exteriores, Ernesto Araújo, é um dos representantes mais fiéis da ala ideológica do governo, pautada nas ideias do astrólogo Olavo de Carvalho e seguidas pela família Bolsonaro.

A ideia de manter o ministro da Educação, segundo o jornalista Igor Gielow, da Folha de S. Paulo, é não ceder simbolicamente ao STF e ao “cerco judicial” que começa a se fechar ao redor do Palácio do Planalto. Weintraub é um forte crítico da Corte e chegou até a sugerir a prisão dos ministros do Supremo.