“Eu me arrependi do meu voto”, diz deputada após ser bloqueada por Bolsonaro no Twitter

Deputada disse que foi bloqueada após criticar Bolsonaro em meio a manifestações que estimulam um golpe no País

A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) disse que foi bloqueada no Twitter por Jair Bolsonaro depois que a parlamentar passou a criticar atos que estimulam um golpe no País e a postura dele na pandemia do coronavírus. Ela já pediu que ele saia da presidência da República e afirmou que se arrependeu do voto.

Em sua de suas mais recentes críticas a Bolsonaro, ela afirmou que ele “dificuldade de conviver com a diferença” e sua desorganização vem desde a época da campanha eleitoral. “Eu previa [que Bolsonaro seria assim], mas não tanto”, admitiu a deputada em entrevista ao portal Uol.

“Durante a campanha, houve momentos em que tentei organizar, conversei com várias pessoas, conversei com o ministro [Paulo] Guedes, de quem gosto muito. Eles tinham dificuldade de organização, de montar equipe. Se ofenderam muito quando pedi um plano para a educação, para a saúde”, continuou.

Em março, Janaina criticou Bolsonaro por ter ido a atos de rua. Autoridades de saúde recomendam que as pessoas evitem aglomerações para diminuir a propagação da Covid-19. “É um crime contra a saúde pública. Esse senhor tem que sair da Presidência da República. (…) Deixa o Mourão conduzir a nação. Não tem mais justificativa. (…) Eu me arrependi do meu voto. (…) As autoridades têm que se unir e pedir para ele se afastar”, disse ela em discurso na Assembleia Legislativa de São Paulo. “Eu me arrependi do meu voto”.