Canadense e italiano sequestrados em 2018 em Burkina Faso são encontrados no Mali

Edith Blais e Luca Tacchetto desapareceram há mais de um ano quando seguiam para participar em um projeto humanitário em Togo.

Uma canadense e um italiano sequestrados em 2018 em Burkina Faso por um grupo armado foram encontrados com vida na sexta-feira (13) por capacetes azuis na região nordeste do Mali, informaram fontes diplomáticas e da ONU.

“Os capacetes azuis da ONU encontraram na sexta-feira nos arredores de Kidal (Mali) um cidadão italiano e uma cidadã canadense que foram sequestrados em 2018 em Burkina Faso”, afirmou uma fonte da Missão das Nações Unidas no Mali (Minusma).

As pessoas encontradas são Edith Blais e Luca Tacchetto, segundo fontes diplomáticas.

“Os dois estão bem e sob nossa proteção”, afirmou a Minusma.

Edith e Luca desapareceram em dezembro de 2018, quando viajavam de automóvel por Burkina Faso. O casal seguia para o Togo para participar em um projeto humanitário.

Meses depois, um porta-voz do governo de Burkina Faso afirmou que os dois haviam sido sequestrados e provavelmente levados para fora do país.