Bitcoin desvaloriza e sofre pior queda dos últimos 7 anos

bitcoin chegou ao pior valor dos últimos 10 meses e atingiu uma desvalorização máxima de 26%. A nova volatilidade da moeda não seria somente uma resposta à crise econômica global provocada pela pandemia do novo Coronavírus (covid-19), além de instabilidade em bolsas outras moedas ao redor do mundo.

No momento de publicação desta matéria, a bitcoin estava cotada a US$ 5.636, uma queda de 15% em relação ao início das negociações de quinta-feira (12). Na metade do dia, or um momento bastante breve, ela chegou ao valor mínimo de US$ 4.474, logo se recuperando. Essa é considerada a pior queda dos últimos sete anos em valores totais.

Confira o gráfico com a variação:

Cotação da bitcoin nas últimas semanas.Cotação da bitcoin nas últimas semanas.Fonte:  Coinmarketcap 

De acordo com a Coinbase, não é só a preocupação com o espalhamento do novo Coronavírus que deixou a moeda instável. Movimentações em altas quantias de bitcoin foram registradas reecentemente: um mineirador em específico enviou para exchanges um total de 1 mil bitcoins (cerca de US$ 8 milhões na cotação “normal” da criptomoeda), ação que desregula a cotação do mercado.

Além disso, outras criptomoedas não escaparam das quedas: Ethereum, Bitcoin Cash e Litecoin chegaram a mais de 26% de queda no preço.