Android 11 chegou! Conheça as novidades da 1ª prévia do SO

Google liberou o Android 11 “Developer Preview” (DP1), primeira prévia para desenvolvedores do novo sistema operacional da companhia que será lançado no terceiro trimestre do ano. O DP1 traz ainda mais melhorias de segurança e privacidade em relação à versão anterior do SO, além de maior compatibilidade com o 5G, novos formatos de telas e dispositivos dobráveis.

O que há de novo?

Como se trata de uma versão de testes em fase bastante inicial, o sistema traz muitas mudanças. Conheça algumas das principais:

  • Bolhas – As bolhas são aquelas bolinhas flutuantes usadas pelos apps do Facebook e Messenger. Elas permitem acessar o app facilmente, a partir de qualquer tela. No momento, o recurso é suportado pelo app de mensagens do Google, mas ele pode chegar a outros apps que têm o mesmo propósito;
  • Conversas – Na área de notificações há uma seção especial para conversas. Dessa forma, o sistema separara e prioriza a comunicação direta com seus contatos;
Bolha para app de mensagens. (Fonte: YouTube/The Verge/Reprodução)
  • Permissões de apps – O SO permite dar permissões temporárias para que apps acessem a câmera, o microfone, memória interna, etc. Assim, o recurso é utilizado somente quando necessário;
  • Gravação de tela – Há um app nativo do sistema para a gravação da tela do dispositivo, e ele possui interface bem completa e avançada;
  • Tema escuro – O tema escuro foi reformulado e agora conta com agendamento, que o permite ser ativado, automaticamente, em um horário pré-determinado.
Tema escuro com agendamento. (Fonte: YouTube/The Verge/Reprodução)

O sistema ainda tem várias mudanças menores, mas não menos importantes, como: modo avião que não desativa o Bluetooth, novo app para tirar prints da tela, novo gesto de movimento para tocar ou pausar música, entre outros.

Os desenvolvedores que quiserem testar o Android 11 DP1 podem baixar a ISO do sistema clicando aqui. Vale lembrar que ele é compatível apenas com as variações dos smartphones Pixel 23 e 4. Além disso, a instalação apaga todos os dados do dispositivo.

Também precisamos salientar que vários desses recursos já estiveram presentes em versões Beta do Android 10 e não foram lançados na versão final do sistema.