A TIM “comeu” seus créditos? Novo site ajuda a receber de volta

Após ser obrigada pela Anatel a devolver cerca de R$ 4 milhões a seus clientes devido a cobranças indevidas, a operadora TIM criou um site para ajudar os consumidores lesados a descobrirem se possuem ou não dinheiro para reaver.

Clientes e ex-clientes da operadora poderão consultar seu status de ressarcimento digitando CPF ou CNPJ. Caso existam valores a devolver, o site explica o procedimento para o usuário, declarando inclusive a cifra atualizada com juros.

A criação do dito site foi uma exigência da Anatel em um Termo de Ajustamento de Conduta assinado com a operadora. Mesmo assim, os pagamentos não serão realizados imediatamente.

3 fases

O processo vai acontecer em três fases. Pessoas que ainda são clientes da operadora vão receber o ressarcimento primeiro, com prazo máximo de seis meses para o pagamento. Ex-clientes que já não possuem vínculo com a TIM recebem em seguida, podendo informar seus dados bancários para a operadora a fim de receber o saque por até um ano, contando a partir de 22 de julho deste ano.

A terceira fase dos pagamentos diz respeito aos clientes que não puderam ser identificados pela empresa, bem como aos ex-clientes com saldos a receber menores que R$ 3. Essas pessoas não vão receber nenhum dinheiro de volta, mas os valores que a operadora deveria devolver será revertido para o Fundo de Defesa de Direitos Difusos (FDD).

Como saber se você tem saldo a receber

O procedimento é extremamente simples. O usuário precisa apenas acessar o “meutim.tim.com.br”, inserir seu CPF ou CNPJ e digitar os caracteres que aparecem no captcha abaixo. Caso exista saldo a receber, o site vai informar como reaver o dinheiro.

Mais compromissos

O termo assinado pela TIM junto da Anatel ainda previa que a operadora teria que melhorar o seu atendimento em canais digitais e reduzir os índices de reclamação por parte dos consumidores. Há também uma cláusula obrigando a empresa a aprimorar seu processo de licenciamento de estações. A empresa ainda se comprometeu a levar redes 4G para 366 novos municípios, beneficiando aproximadamente 3,4 milhões de habitantes.